Como se tornar a melhor florista do mercado

A florista, que compõe belos arranjos florais, de maneira diferenciada e bem executada, tem seu espaço garantido no mercado

Como se tornar a melhor florista do mercado

“As flores embelezam qualquer ambiente. Trabalhar com elas, além de ser prazeroso, pode ser muito rentável, visto que a profissão de florista tem sido cada vez mais valorizada. Hoje, quem sabe compor belos arranjos florais, de maneira diferenciada e bem executada, tem espaço garantido no mercado”, ressalta Orlene Lopes Campos Siqueira, artista floral e professor do Curso CPT Profissionalizante de Florista a Distância.

Para ser uma boa florista...


Além de habilidade manual, a florista deve ser criativa e ter bom gosto, com aguçado senso estético. Deve saber equilibrar as cores, as formas e as texturas das flores para criar arranjos deslumbrantes. Da mesma forma, deve gostar de trabalhar com flores e não ser alérgica a elas. Para aprimorar os conhecimentos, deve fazer cursos profissionalizantes de florista para conhecer o universo das flores e as tendências de arranjos da atualidade.

Estilos dos arranjos florais


Dois atributos determinantes, para fazer os mais belos arranjos florais, são a estética da composição floral e a durabilidade das flores. Para garantir o padrão qualitativo do trabalho, a florista deve dominar técnicas para composição de arranjos diversos, bem como técnicas para maximizar a conservação das flores. Vale lembrar que técnicas específicas para preparo das flores também contribuem com a qualidade do ornamento floral.

Como os arranjos florais seguem um padrão, a florista deve conhecer os estilos de arranjos seguindo os princípios e determinações da composição artística. Confira a seguir, os estilos mais comuns:

Estilo de arranjo decorativo


Composição floral irregular, com formas diferentes, em toda a sua extensão. Nele, a florista pode explorar toda a sua criatividade, pois é um estilo livre.

Estilo de arranjo linear


Composição floral linear, para ser observada de um único ângulo. Sua forma pode ser triangular, vertical ou horizontal, com todos os elementos harmônicos.

Estilo de arranjo formal


Composição floral uniforme e simétrica. Ou seja, é como se uma linha corta-se o arranjo, no centro, com ambos os lados idênticos.

Estilo de arranjo vegetativo


Composição floral inspirada na natureza, como se fosse um jardim. As flores e os elementos do arranjo devem imitar, ao máximo, a natureza.

Como comprar as melhores flores


A durabilidade do arranjo começa com a compra das melhores flores. Além disso, os cuidados pós-compra maximizam a conservação das flores até a sua utilização. Quando cortadas, as flores devem ser armazenadas em ambiente com umidade relativa do ar em torno de 60%. O depósito deve apresentar iluminação artificial moderada, com bom arejamento, mas sem correntes de vento.

Escolhendo as flores


As flores devem apresentar hastes longas e os botões devem seguir o tamanho padrão da espécie. Eles devem estar firmes, fechados ou semiabertos. Botões excessivamente macios e folhas com sinais de amarelamento indicam que as flores passaram do ponto. Sendo assim, a florista não deve comprá-las. Os talos devem estar tenros e saudáveis. Já a cor das pétalas deve estar viçosa, assim como a das folhas.

Confira todos os Cursos CPT Profissionalizantes.

Fonte: cpt.com.br

Por Andréa Oliveira.

Andréa Oliveira 16-09-2019

Deixe um Comentário

Comentários

Não há comentários para esta matéria.